segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Cobrança de Corretagem

Comissão de Corretagem: Se você adquiriu ou pretende adquirir um Imóvel na planta, com certeza irá passar por essa questão. Esse é um problema enfrentado por todos sem exceção. A comissão de corretagem deve ser arcada pelo vendedor, ou seja, nos lançamentos imobiliários, pela construtora ou a empresa responsável pela comercialização do produto. A comissão de corretagem em um lançamento imobiliário representa 0,88 % a 1,5% do valor do imóvel, sendo uma quantia considerável, seja qual for o valor do empreendimento, baixo, médio, alto ou altíssimo padrão. A justiça vem reconhecendo essa ilegalidade praticada contra os consumidores, e entende como válida e justa o ressarcimento do que foi pago com a comissão de corretagem. Veja que é justo e digno o trabalho de um corretor de imóveis, é óbvio que deve ser remunerado pelos seus serviços, o que não é justo e sim, incompreensível, é que o próprio adquirente do imóvel é que tenha que pagar sua comissão.

Para melhor elucidação acerca da cobrança de Corretagem e comissões que deveriam ser pagas pelo contratante do serviço e não pelo comprador, conforme matéria publicada no site MARKETING E PUBLICIDADE IMOBILIARIA (http://publicidadeimobiliaria.blogspot.com/2010/08/comissao-de-corretor-deve-ser-paga-por.html)


O mesmo diz que: Comissão de corretor deve ser paga por construtora do imóvel

A comissão dos corretores deve ser paga pela empresa construtora e não por quem adquire o imóvel. O entendimento dos órgãos de defesa do consumidor neste sentido pautou a reunião realizada ontem (12) à tarde no PROCON com representantes das empresas construtoras Goldfarb e MRV.
A reunião realizada com a presença do titular da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes contra as Relações de Consumo (Decon), Adriano Garcia Geraldo, a promotora do Ministério Público estadual Helen Neves Dutra, representantes da Caixa Econômica Federal e Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci) serviu para esclarecer divergências entre o Código de Defesa do Consumidor e a prática das empresas em Campo Grande.
A Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor recebeu nos últimos meses cerca de 200 reclamações de pessoas que adquiriram imóveis das duas empresas. Conforme as denúncias, as construtoras estavam condicionando o pagamento do imóvel à comissão paga ao corretor, o que de acordo com o superintendente do órgão de defesa do consumidor, Lamartine Ribeiro, “é responsabilidade da empresa que

Um comentário:

apertamentosa disse...

A Lopes Royal - LPS Brasília Consultoria de Imóveis Ltda faz isto em Brasília.
Vou procurar o Ministério Público daqui para saber quais meus direitos. Pediram para eu assinar cinco cheques, mas achei que estava pagando pelo apartamento, e não dando dinheiro para o corretor. Quem deve pagar eles é a construtora, e não eu.