segunda-feira, 20 de setembro de 2010

O que eu gostaria de passar nesse blog.

Teve pessoas que criticaram e muito o ato de correr atras de um fator que estava vinculado ao atraso e a data do meu contrato.

Meu contrato tem data de entrega prevista para Maio/2010, podendo ser prorrogado por mais 180 dias.

Vieram me dizer assim:
Você assinou o contrato e estava ciente desse prazo.
Tudo bem, concordo que assinei e que estava ciente dos prazos, mas ... estudando um pouco o código de defesa do consumidor identifiquei que há um desequilibrio gigantesco no contrato.

Não há uma clausula se quer que vá ao favor do comprador.
Para se haver um contrato tem que ter ao menos os deveres de cada lado.

Eu só tenho o dever de pagar e ficar quieta?
Não é bem assim que funciona.

Existe leis em aprovação que anula essas clausulas absurdas de 180 dias.

Gostaria que todos compreendessem que apesar de existir um contrato existe também os deveres de cada lado do contrato, e que nenhum dos lados deva sair prejudicados.

Depois de muito gritar, muito espernear, de ser mau compreendida as pessoas estão começando a cair na real.

Meu intuito é fazer com que as pessoas tenham ciência de seus direitos como consumidor independente de contratos firmados.

Um bom contrato é aquele que não existe apenas um favorecido, um bom contrato é aquele que nenhuma das partes utilize de má fé para se favorecer.

Um comentário:

Anônimo disse...

J'ai appris des choses interessantes grace a vous, et vous m'avez aide a resoudre un probleme, merci.

- Daniel