quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Como calcular o INCC

As situações mais normais são:

1. Juros de 1% mais INCC (ILEGAL se em seu contrato tiver essa info vá atras de seus direitos)
2. INCC até as chaves, e depois também com cobrança de 1% + INCC (ILEGAL TAMBÉM, INCC ANTES E IGPM DEPOIS)
3. INCC até as chaves, e depois IGPM + 1%


A dúvida normalmente está no cálculo do INCC, e como ele incide sobre as prestações que você está pagando.

Vamos pegar um exemplo.

Suponha que você está devendo à construtora R$ 100.000,00 (o saldo devedor se fosse liquidado hoje). Sobre suas parcelas está incidindo apenas o INCC. Você está em outubro de 2007.

Suponha que seria 100 prestações iguais de R$ 1.000,00 (se não fossem cobrados juros). Em outubro o INCC foi de 0,51% (veja aqui). Neste caso, o seu saldo devedor iria passar para R$ 100.510,00 (saldo devedor mais 0,51% de R$ 100.000,00). Sua parcela é calculada por este saldo devedor. Ele passará para R$ 1.005,10.

Em novembro, o INCC foi de 0,36%. Você tem agora de saldo devedor R$99.504,90 (o saldo devedor antigo menos a prestação de R$1.005,10 que pagou em outubro). Porém, este saldo devedor passará para R$ 99.863,12, pois o INCC de 0,36% deve incidir sobre este saldo devedor. Como faltam 99 parcelas, a parcela agora é de R$ 1.008,72.

Lembre-se, a correção ocorre no saldo devedor.

O efeito é o mesmo de aumento da parcela todos os meses pelo INCC.

Exemplo: em outubro a parcela começou em R$ 1.000,00. Como teve o,51% de INCC, a parcela passou para R$ 1.005,10. No mês seguinte o INCC foi de 0,36%, a parcela passou para R$ 1.008,72 (a parcela antiga mais 0,36%).

Por isso todos devem tomar cuidado com esta correção. O imóvel é um bem diferenciado, pois possui muito valor agregado, sendo de difícil ajuste no orçamento familiar.

Veja essa calculadora, ajudará você a calcular o seu saldo devedor se não conseguir fazer o calculo explicado acima.

Nenhum comentário: