quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Trisul Nunca mais ... relato de uma Proprietária.

Wanessa, vou contar o que aconteceu.


Comprei um imóvel com a Trisul em Janeiro de 2009 no empreendimento Vista Amaralina. Na época eu ganhava adicional noturno e era apenas eu e meu noivo. Compramos uma unidade de 3 dormitórios no 4º andar.
Em meados de outubro de 2010 recebi uma carta falando da antecipação da entrega do imóvel (o que não ocorreu). Porém ao fazer a análise de financiamento do valor, o mesmo ficou muito acima do que poderíamos pagar porque:
Em janeiro de 2010 engravidei, tive 3 internações durante a gestação que fez com que gastasse muito dinheiro e por trabalhar em hospital e de pé tive que mudar para o período diurno para cuidar da minha gravidez. Assim perdi o meu adicional noturno que pagava as prestações do apartamento. Sem contar os gastos com o enxoval do bebê, indo praticamente o valor que havíamos guardado para o apartamento.

Ai começou o problema.

Tentei verificar a possibilidade de cancelamento do contrato, mas segundo a clausula só receberia 30% do que já paguei: INVIÁVEL.
Tentei a venda: Há 3 meses procuro comprador e por não ter sido entregue ainda as pessoas não confiam em comprar de terceiros, somente se fosse direto da construtora. Já recebi várias ligações mas quando falo que ainda não nos foi entregue as chaves e não tem como ir visitar o imóvel por dentro, as pessoas desistem.MEDO

Assim resolvi tentar a permuta de unidade: Entrei em contato com a área de contratos da TRISUL e fui informada que deveria falar na área de vendas para fazer a permuta.
Na área de vendas fui informada que não tinha mais unidades a venda no Vista Amaralina e somente havia 1 unidade no Colina Amaralina que é a fase II e é do lado do Vista. Porém dentro da TRISUL inteira tem somente 1 SER HUMANO que é responsável pela permuta e o INDIVÍDUO está de FÉRIAS.... Isso mesmo, olha que absurdo. Uma empresa do tamanho da TRISUL só tem 1 SER responsável por essa área. E ninguém sabe quando esse SER volta de férias e ninguém sabe fazer o SERVIÇO dele.

Ou seja, se amanhã o SER morrer durante um acidente de avião voltando das férias no CARIBE por exemplo, a TRISUL nunca mais vai fazer permuta para ninguém porque ninguém sabe o serviço.

Eu sou Enfermeira e já pensou se somente eu soubesse fazer meu trabalho??? Agora que sai de licença maternidade as pacientes morreriam no leito sem medicação e sem cuidados.


E pior, eu vou ficar a ver navios já que só tem 1 unidade disponível e a qualquer momento mais um ENGANADO vai comprá-la.

Sem contar que os juros em cima do saldo devedor para financiamento ta correndo solto...

Gostaria que postasse minha indignação com a TRISUL, pois uma empresa que diz que realiza sonhos, está mesmo criando um pesadelo na vida de muita gente.

Incompetência TOTAL.

TRISUL nunca mais!!!!!


Carolina B Rezende.

Um comentário:

Ana disse...

Comprei em Agosto de 2009 uma unidade no COLINA Amaralina e pedi que me vendessem uma unidade que fosse longe da área de laser (o que me garantiram até a assinatura do contrato).
Passei mais de ano visitando a obra e descobri recentemente que a minha unidade fica ao lado da piscina e quadra de futebol (legal né?!). Com isso entrei várias vezes em contato com a Trisul e ele me mandaram o contrato assinado por mim e minha mãe com as plantas (por sinal, muito confusas), daí acabei desistindo de ir atrás.
Por fim apareceu uma empresa chamada CONQUIST dizendo que estaria cuidando de toda a nossa documentação e que o COLINA seria entregue em novembro de 2010 e não setembro de 2011 como estava no contrato.
Com isso tivemos que correr atrás de uma série de coisas como documentação e dinheiro que não tínhamos. E advinha só... A obra ficou parada por uns 2 meses e até agora nada.
Além disso a CONQUIST não passa informação de absolutamente nada, só com muita “encheção de saco” e mesmo assim achando ruim, como se nós é que tivéssemos fazendo favor a eles...

Enfim... Não tenho mais o que fazer em relação a isso além de aguardar a entrega do imóvel... Mas não digo que estou 100% satisfeita...

Beijos e boa sorte,

Ana Cristina