segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Quando as mentiras e enrolações vão ter seu fim anunciado?

Nossa ... quanto mais pesquiso mais fico doida com tanta gente sendo enganada, e o pior de tudo, todos iludidos, ludibriados da mesma forma.
Vou falar e relatar o caso do Alegre Gran Condominium.
Nome chique pessoal, mas ... o que adianta tanta chiquesa se a Trisul vai pisar da mesma forma dos vidas plenas, dos belas artes, dos colinas e vistas, dentre tantos outros empreendimentos.

Todos sem excessão acima citados tem algum problema em especial particular e em comum os mesmos problemas.
1) péssimo atendimento
2) atraso
3) falta de informação
4) informações divergentes quando conseguem dar alguma informação, se vc liga as 12:00 e as 14:00 perguntando a mesma coisa, vai receber 2 respostas diferentes, e tantas vezes vc ligar será algo diferente.
5) mentiras
6) enganação
7) .............. se eu ficar aqui enumerando ... creio que não terminarei, mas a pior de todas é a FALTA DE RESPEITO conosco, consumidores finais que esperamos nosso sonho ser entregue no prazo estipulado.


POIS BEM.

Hoje foi constituido o condomínio Alegre Gran, e nas mesmas condições que foi entregue o BELAS ARTES, Start Life e outros empreendimentos.
TOTALMENTE INACABADO.

Áreas comuns está ainda em obras, apartamentos ainda por terminar, unidades com a 3 vistoria marcada e o PROPRIOTÁRIO pegando as chaves pois nao adianta reclamar.

Tive conhecimento desse empreendimento através do LUCAS, e assim como eu foi atras das informações, ele me encontrou e me relatou a história dele.

Assim como muitos, casou e não teve seu cantinho, pois a falta de organização já conhecida fez com que o projeto ficasse em atraso e mesmo inacabado jogasse a bomba para os propietários antes de findar os 180 dias.

Agora me pergunto??

Quando isso vai ter fim?
Quando essa empresa vai aprender a trabalhar?
Quando vão parar de enganar as pessoas que só querem realizar o sonho da casa própria?

Quando conto isso pras pessoas, o que aconteceu e o que vem acontecendo em outros empreendimentos, até parece que estou contando uma história de TERROR das mais trashs.
Muitos não acreditam até passarem por isso.

Quero que todos que encontrem o blog TRISUL DESTRUINDO SONHOS envie por email sua reclamação, sua historia, quem sabe uma hora o MINISTÉRIO PUBLICO resolva tomar providencias?

Quantas pessoas já não foram enganadas, quantas pessoas já não foram ludibriadas, humilhadas?
Quando tudo isso vai ter seu fim?

VAMOS COLOCAR A BOCA NO TROMBONE, GRITAR PARA OS 7 CANTOS DO MUNDO ATÉ CONSEGUIRMOS SER OUVIDOS, UNIDOS, VAMOS TER MAIS FORÇAS, PRECISO QUE ME AJUDEM A DIVULGAR O RECLAME AQUI, O BLOG, PARA QUE MAIS PESSOAS DENUNCIEM ESSA EMPRESA.

VAMOS GRITAR ATÉ CONSEGUIRMOS O QUE QUEREMOS, JUSTIÇA.

Apenas uma conta rápida:

Belas artes >> 32 aptos x 5 torres = 160 unidades
belas artes I >> 32 aptos x 6 torres = 192 unidades
belas artes II >> 32 apros x 6 torres = 192 unidades
Belas Artes III>> 32 aptos x 4 torres = 128 unidades

Residencial Belas Artes - Jandira = 672 unidades

Se todos os 672 Proprietários resolvessem reclamar, nada estaria como está hoje, mas as pessoas se acomodam, tem medo.

Nada nem ninguém pode brecar o livre arbitrio de se expressar, não podem censurar as pessoas que querem mostrar a verdade, que além de dizer a verdade ainda possuem provas.

Por isso vamos reclamar

sábado, 29 de janeiro de 2011

Processos contra TRISUL, não será apenas um!!

Talvez voces devam estar se perguntando ... Nossa mas pq não será apenas um ... simples, os defeitos ocultos dentro de um ano começam a aparecer.

No Residencial Belas Artes I, dois dos seis blocos estão com rachaduras absurdas, ontem 28/01 fui na casa de uma amiga que teve a sua audiência de reconciliação para saber como foi, levar um pedaço de bolo.

Ao sair do prédio dessa minha amiga, fui parada por uma moradora de lá, que me explicou que havia chamado a DEFESA CIVIL para mostrar como estava a situação dos blocos.
Ela me levou até o hall de entrada, mostrou as rachaduras eu fiquei super assustada, com medo mesmo, e ela me mostrou o 1º andar, os pisos rachados ao meio no mesmo sentido das rachaduras do teto do térreo. Em volta do elevador, a parede toda rachada bem no contorno da porta do elevador. nos dois andares.

E é por isso que estou relatando que pra quem comprou e entrou na justiça por propaganda enganosa, atraso na entrega, pode esperar que virá um novo processo.

Quando me disseram isso eu achei um absurdo, que era exagero ... mas não era, eu vi com esses lindos olhinhos que um dia a terra há de comer rs.

Assim que eu tiver um tempinho vou tentar fotografar essas rachaduras e postar aqui.

Pessoal, tomem cuidado.

Saiba um pouco mais como se precaver.

PARA QUE SERVE A DEFESA CIVIL?

• Você sabe o que é um desastre?
- Um desastre é um acontecimento que causa grandes estragos materiais e coloca em risco a vida de várias pessoas. Por exemplo, no Brasil enfrentamos situações como as chuvas fortes, ventanias, enchentes, desabamentos, incêndios, acidentes de trânsito e também acidentes com produtos que podem ser muito perigosos (gás de cozinha, álcool, querosene, fósforo e remédios, por exemplo).

• Para que serve a Defesa Civil?
- A Defesa Civil é um órgão do Governo (federal, estadual ou municipal) que trabalha antes, durante e depois de um desastre.

- Trabalha antes, ensinando as pessoas tudo o que devem fazer para evitar desastres; por meio de palestras, distribuição de cartilhas e folders e também realizando cursos. Assim, as pessoas ficam preparadas e não são colhidas de surpresa. Isso é a chamado de “Prevenção”.

- Trabalha durante, auxiliando outros órgãos como os Bombeiros, a Polícia e outros a socorrerem pessoas que foram atingidas por desastres, dando toda a ajuda necessária e chamando outras instituições que podem ajudar também. Chamamos essa ação de “Socorro”.

- Trabalha após um desastre, quando auxilia as pessoas que perderam suas casas, colocando-as em abrigos e fornecendo alimentos, roupas, cobertores, colchões para que possam ir vivendo até retornarem para suas casas. Além disso, coordena e organiza o recebimento das doações e o trabalho de várias pessoas, como médicos, assistentes sociais, psicólogos, voluntários e todos aqueles que estarão trabalhando para ajudar e cuidar
dos desabrigados. Esse é o trabalho de “Assistência”.

- Quando o desastre acaba, o trabalho da Defesa Civil ainda continua, até que consiga deixar as pessoas tranqüilas e os locais atingidos em ordem novamente. Para isso, precisa restaurar os serviços essenciais como água, energia elétrica e telefone, reconstruir casas, pontes, galerias de água e esgoto, sempre trabalhando em conjunto com vários segmentos da sociedade. É um trabalho um pouco mais demorado, mas muito importante que é chamado de “Reconstrução”.


Como você pode ajudar?
- É muito simples: procure estar bem informado sobre os problemas que existem no lugar onde você vive, pois assim você pode se preparar melhor para enfrentá-los com muito mais tranqüilidade.

- Procure a Defesa Civil, os Bombeiros ou os Policiais para que possam orientá-lo e ensiná-lo como cuidar melhor de você, dos seus amigos e da sua família. Você será orientado também sobre como poderá participar e colaborar em situações emergenciais.




DEFESA CIVIL, SOMOS TODOS NÓS

CORPO DE BOMBEIROS

TELEFONE: 3231-3500 OU 193

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

A história da Tatiana X TRISUL.

Compramos um apartamento em fevereiro/2008 com muitas promessas, inclusive de entrega até julho/2010, em São Caetano do Sul – Alegre Gran Condominium.

Durante a obra, entramos em contato várias vezes para pedir algumas modificações na planta (que em visita vimos que vários apartamentos haviam feito) e primeiro tínhamos que “esperar” pois não estava na hora de pedir. Posteriormente, após o prazo por eles estipulados para retornar as ligações, já havia passado o prazo e não mais poderíamos fazer as alterações.

Tudo bem, mesmo que tenhamos que arcar financeiramente com essas alterações e demorar mais ainda para nos mudar, não tínhamos o que fazer.

O SAC da Trisul como sempre ineficaz, ineficiente e sem preparo (cheguei a ir almoçar deixando o telefone na espera e na volta do almoço ainda estava na fila!!), sempre empurrando com a barriga os fatos e não passando informações concretas, somente subjetivas.

Em julho/2010, recebemos uma carta datada onde estavam nos parabenizando e pedindo para contatar a empresa de repasse para adiantarmos o processo de entrega das chaves. Até aí tudo parecia perfeito, pois já havia chegado a data programada e o imóvel realmente estava pronto (além de morar perto, fazíamos visitas regulares).

Fomos atrás da documentação, e dentre elas possuía uma certidão minha e de meu esposo, emitida pelo cartório, com vencimento de 30 dias, e também o extrato do FGTS. Perdemos dois dias no trabalho para resolver essa questão, como solicitado pela TRISUL S/A.

Na ocasião também, nos casamos no civil e mudei todos os meus documentos. Fomos informados pela Caixa Econômica Federal e pelo Banco Bradesco que eles deveriam corrigir meu nome, pois na ocasião do financiamento essa divergência poderia interferir no processo de formalização. Essa solicitação foi feita pela primeira vez em julho/2010 por e-mail e por telefone (que haviam confirmado que já tinha sido corrigido).

No mês seguinte, venceram as certidões e também continuamos a receber correspondências com meu nome “incorreto”. Novamente enviamos e-mails e ligamos. Dessa vez estava “corrigido”.

Em setembro, ainda não estava. O SAC não mais responde e-mails, somente fala que foi corrigido o nome (e até hoje, final de janeiro/2011 ainda não foi!). Nesse mesmo mês, entramos em contato e após horas de espera até chegar na pessoa que saberia nos passar uma informação concreta, fomos informados que já haviam começado o processo de entrega dos apartamentos e que até outubro nossa unidade seria entregue. Não foi.

Em outubro fizemos novo contato e informaram que até a primeira quinzena de novembro seria entregue, após agendamento da vistoria técnica. Também não foi.

Preocupados com os prazos internos da TRISUL S/A, entramos em contato para informá-los que iríamos nos casar no religioso no meio de dezembro/2010 e assim ficando em viagem até 25/12/2010. Entramos em contato novamente, no SAC para tentar já deixar a vistoria agendada, e para variar tivemos uma negativa, informando que deveríamos esperar.

Em lua de mel, recebemos um contato de nossos pais dizendo que havia chegado uma carta informando que poderíamos agendar a vistoria, que entrariam em breve em contato conosco, ou se preferíamos, poderíamos entrar em contato no SAC e já agendar a vistoria.

Essa carta chegou em 14/12/2010. Entramos em contato imediatamente, por celular, fazendo interurbano de Recife/PE (aquelas dezenas de minutos de espera) para quando nos atenderam informarem que não poderíamos agendar a vistoria, que deveríamos aguardar... Uma palhaçada imensa, pois pra que ficam mandando as cartas???

Inclusive, os “diretores” que assinam as cartas provavelmente não existem, são virtuais.

Hoje, 26 de janeiro de 2011, já se expirou o tal prazo de 180 que eles tanto falam que tem direito, por contrato. Acabou esse prazo e não temos informações concretas, não temos apartamento, não temos sossego. A única coisa que temos são dívidas e mais dívidas que estamos arcando desde setembro/2010 com moradia (pois tivemos que entregar o imóvel que morávamos!), aluguel, contas, condomínio, locação de espaço para guardar os móveis e eletrodomésticos que já tínhamos e os que ganhamos posteriormente ao casamento, nossa casa está com caixas empilhadas até o teto, temos dois familiares que também nos cederam um espaço para guardar presentes e não sabemos o que fazer. Ambas famílias (a minha e nossos familiares) vivendo em condições deploráveis.

Incrível que os boletos não atrasam um dia. Essa semana chegou um com vencimento em 20 de fevereiro de 2011 – quanta antecedência!!!

Não temos a quem recorrer dentro da TRISUL S/A. Não temos um SAC que funcione muito menos uma diretoria dentro da TRISUL S/A que provavelmente somente recebe seu salário do sofá de casa (cadê o resultado do trabalho???), não deve acessar e-mails para saber o caos que está a supra citada empresa. Já contatamos o PROCON e já recebemos orientações para abrir um processo. É uma pena, pois teremos que desembolsar mais quantia com advogado. Mas vamos até o fim.

Hoje estamos tomando as providências necessárias.

Sinto muito por todos os que passaram por situações similares ou até piores que as minhas. Temos que recorrer a órgãos públicos, pois na hora de vender estendem o tapete vermelho, e na hora de assistir, não existem pessoas capacitadas para resolver problemas, somente para causar mais ou aumentar os que já existem.

Tatiana Ramos

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

A História da Diana e o meu desabafo.

Wanessa. Boa noite

Sou mais uma das pessoas que foram enganadas pela Trisul, já não sei o que fazer para tentar solucionar o meu problema e nada..
Gostaria muito que você publica-se meu problema e se possível me mande contato dos moradores do Vista Amaralina, minha intenção e entrar com uma ação em conjunto com os moradores..

Abaixo segue meu ultimo email que troquei com a Trisul

Grata

Diana Araujo


De: Diana Araujo [mailto:diana_araujo1@

Enviada em: quinta-feira, 6 de janeiro de 2011 09:59
Para:
Ricardo Moraes; SAC - Trisul S.A.; Atendimento Cobrança; Aline Silva; Luciana Martins; Renata Antunes; fabianasantos@trisul-sa.com.br
Assunto:
Vista Amaralina - 31A - Informações Divergentes


Prezados, bom dia !!

Em 18/05/10 efetuei a compra do meu apartamento Vista Amaralina sendo que o valor de venda do apartamento foi de R$166.820,00 e neste valor estaria incluso os valores das comissões.
Retirando as comissões restou o valor de R$ 159.977,55 a serem pagos, ou seja ,teria até a entrega das chaves que pagar o valor de R$ 38.007,40 e após o habite-se entrar com financiamento do valor de R$ 121.970,00 a pela CFE.
No valor de R$ 38.007,40 tínhamos ciência que teria correção mensalmente nas parcelas de acordo com o índice do INCC já no valor de R$ 121.970,0 não tínhamos esta informação e até mesmo no contrato não consta tal informação de reajuste. Nesta época fomos informado que no momento do financiamento com a caixa ao valor a ser utilizado seria de R$ 159.977,55.
Quando fomos à Conquist em 30/07/10 simulação feita com o valor que o apartamento estava valendo de R$ 170.000,00.
Devido e com a nossa renda a CEF somente disponibilizada o valor de R$ 103.021,12 subtraído com o valor pago (até a data de Julho) ainda teríamos que disponibilizar a construtora o valor de R$ 50.000,00. Como tínhamos certeza que a informação estava errada paramos de pagar e começamos uma árdua dificuldade em ser atendidos.

Desde minha ida na conquiste venho brigando constantemente com a Trisul e Conquist, pois no meu ver o valor a ser simulado e o valor que eu comprei o apartamento e não o valor que o mesmo estava valendo, se for assim não teria vantagem nenhuma adquirir imóvel na planta.

Nos até tentamos uma 2º possibilidade com a troca de unidade, porém, mais uma vez devido à divergência de informações desistimos.

Após muitos contatos, no mês de Dezembro recebi um email da Conquist confirmando que formos orientados errados na época em 30/07/10 e o valor real a ser financiado pela CEF e o valor de R$ 158.000,00(avaliado pela CEF) e não o valor de R$ 170.000,00 que foi nos passado.

No meu ultimo contato com o Ricardo Moraes em Dezembro o mesmo confirmou que realmente no meu contrato não consta a informação do reajuste no valor a ser financiado pela CEF e poderíamos chegar a um acordo para melhor solucionar este problema.

Estou desde então aguardando um retorno da Trisul para solucionar da melhor forma possível, sabemos o quanto é desgastante um ação judicial tanto para empresa quanto para mim. Afinal foi um sonho que se iniciou um Maio/2010 e até o momento ta virando um pesadelo.

Já recebemos uma carta informando que o Habite-se saiu e que o nosso saldo devedor seria corrigido pelo IGPM.

Gostaria de alguém na Trisul me contata-se para que juntos possamos chegar a um melhor acordo para ambas as partes.

No aguardo de um contato.

Diana Araujo


From: ricardomoraes@trisul-sa.com.br
To: diana_araujo1@; sac@trisul-sa.com.br; AtendimentoCobranca@trisul-sa.com.br; alinesilva@trisul-sa.com.br; lucianamartins@trisul-sa.com.br; renataantunes@trisul-sa.com.br; fabianasantos@trisul-sa.com.br
Date: Thu, 6 Jan 2011 12:36:52 -0200
Subject: RES: Vista Amaralina - 31A - Informações Divergentes

Bom dia Sra. Diana,

Primeiramente desculpe a demora na resposta.

Verifiquei com nosso jurídico a questão da correção da parcela de financiamento.

A correção monetária deverá ocorrer sim, como consta no ITEM 08 do QUADRO RESUMO (em anexo) integrante do compromisso de venda e compra da sua unidade.

Sendo assim precisa verificar com a Conquist o que falta para acertar o financiamento.

Lembrando que existem hoje 8 parcelas em atraso, que perfazem um valor total de R$ 30.812,56.

Atenciosamente

Ricardo Moraes

Analista de Recebíveis

Trisul - www.trisul-sa.com.br

Av. Paulista, 37 - 15º andar

São Paulo/SP - 01311-902

Tel.: 55 11 3147-0918

Fax.: 55 11 3147-0530

cobranca@trisul-sa.com.br


De: Diana Araujo [mailto:diana_araujo1@
Enviada em:
quinta-feira, 6 de janeiro de 2011 15:00
Para:
Atendimento Cobrança; Aline Silva; fabianasantos@trisul-sa.com.br; Renata Antunes; Ricardo Moraes
Assunto:
FW: Vista Amaralina - 31A - Informações Divergentes

Ricardo,
No Item 8 fala do reajuste de acordo com o quadro, mais se observamos justamente no parágrafo do valor a ser financiado não existe informação de ajuste, sendo assim entendo q não há ajuste nesta parcela em questão.
Você me pediu pra procurar a Conquist, só que por uma informação divergente passado por eles que eu deixei de pagar as parcelas, e eu assinei o contrato com a Trisul e entendo que a minha situação tem que ser resolvida por vocês.
Mais uma vez insisto estou aberta a negociarmos e encerrar de vez esta situação.
Existem a possibilidade de eu ser contatado por alguém do Jurídico?
A Trisul-sa realmente quer perder uma cliente por uma informação divergente passada pela empresa que ela mesmo contratou?

No aguardo


From: ricardomoraes@trisul-sa.com.br
To: diana_araujo1@hotmail.com; AtendimentoCobranca@trisul-sa.com.br; alinesilva@trisul-sa.com.br; fabianasantos@trisul-sa.com.br; renataantunes@trisul-sa.com.br
CC: anasilva@trisul-sa.com.br
Date: Thu, 6 Jan 2011 15:34:25 -0200
Subject: RES: Vista Amaralina - 31A - Informações Divergentes

Sra. Diana,

O ITEM 08 diz: “Todas as parcelas que se vencerem a partir da assinatura do contrato serão reajustadas mensalmente pelo(s) índice(s) indicado(s) neste Quadro Resumo.

E o ITEM 09 indica quais são os índices cobrados antes do “habite-se” e após o “habite-se”.

Sendo assim todas as parcelas serão reajustadas de acordo com os índices que constam no ITEM 09.

Queremos resolver esta situação da melhor maneira possível.

Informações divergentes infelizmente acabam acontecendo.

Nós, seres humanos, somos passíveis de erro.

E isso independe se é a própria empresa ou outra contratada por ela.

A Ana Silva, que nos lê em cópia, entrará em contato com a Conquist para verificar as informações corretas.

Ela, ou eu mesmo, entrará em contato contigo para enfim resolver toda a situação.

Atenciosamente

Ricardo Moraes

Analista de Recebíveis

Trisul - www.trisul-sa.com.br

Av. Paulista, 37 - 15º andar

São Paulo/SP - 01311-902

Tel.: 55 11 3147-0918

Fax.: 55 11 3147-0530

cobranca@trisul-sa.com.br


De: Diana Araujo [mailto:diana_araujo1@
Enviada em:
sexta-feira, 7 de janeiro de 2011 08:58
Para:
Ricardo Moraes; Atendimento Cobrança; Aline Silva; fabianasantos@trisul-sa.com.br; Renata Antunes
Cc:
Ana Silva; SAC - Trisul S.A.
Assunto:
RE: Vista Amaralina - 31A - Informações Divergentes


Ricardo, bom dia !!

Concordo com você, serem humanos são passiveis de erros, e devemos acima de tudo assumi-los e da melhor forma resolver o problema que causou a pessoa envolvida devido ao erro.
Ficarei no aguardo de um contato da Ana para que possamos resolver esta situação o mais breve possível.

Grata


From: ricardomoraes@trisul-sa.com.br
To: diana_araujo1@
CC: anasilva@trisul-sa.com.br
Date: Mon, 10 Jan 2011 10:07:19 -0200
Subject: RES: Vista Amaralina - 31A - Informações Divergentes

Bom dia Sra. Diana,

Em contato com a Conquist foi informado que o valor de sua unidade avaliado pela Caixa foi de R$ 158.700,00.

Com a correta informação, terá agora que retomar o contato com a Conquist para finalizar o processo de financiamento.

Qualquer dúvida estamos à disposição.

Atenciosamente

Ricardo Moraes

Analista de Recebíveis

Trisul - www.trisul-sa.com.br

Av. Paulista, 37 - 15º andar

São Paulo/SP - 01311-902

Tel.: 55 11 3147-0918

Fax.: 55 11 3147-0530

cobranca@trisul-sa.com.br


De: Diana Araujo [mailto:diana_araujo1@
Enviada em:
segunda-feira, 10 de janeiro de 2011 15:08
Para:
Ricardo Moraes
Assunto:
RE: RES: Vista Amaralina - 31A - Informações Divergentes

Ricardo,
Esse valor eu tinha sido informada pela Conquist em Dezembro/10 após eles mesmo terem assumido o erro na informação.
Mais uma vez voltamos ao mesmo lugar, e sem nenhuma solução, conforme relatei no email abaixo.
Insisto em dizer, que quero resolver esta questão com a Trisul sem o envolvimento da Conquist.
Existe a possibilidade de eu ser contatada por alguém do Jurídico?


From: ricardomoraes@trisul-sa.com.br
To: diana_araujo1@hotmail.com
Date: Mon, 10 Jan 2011 17:36:42 -0200
Subject: RES: RES: Vista Amaralina - 31A - Informações Divergentes

Boa tarde Sra. Diana,

A Conquist figura no procedimento como um facilitador em termos de burocracia.

Caso não queira utilizar a assessoria, terá que correr atrás de todos os registros no cartório e o tempo para conseguir o contrato de financiamento e o registro do mesmo é muito maior.

Peço que entre em contato com a Cleide da Conquist (3262-4434) que é a pessoa responsável e irá te atender da melhor maneira possível.

Lembrando que queremos resolver essa situação da melhor maneira possível.

E pra isso terá que dar continuidade no processo de financiamento.

Atenciosamente

Ricardo Moraes

Analista de Recebíveis

Trisul - www.trisul-sa.com.br

Av. Paulista, 37 - 15º andar

São Paulo/SP - 01311-902

Tel.: 55 11 3147-0918

Fax.: 55 11 3147-0530

cobranca@trisul-sa.com.br


Pois bem meus caros, erros mais erros e mais erros, e os funcionários dessa empresa safada sempre escorregando para que não assumam seus erros, suas MENTIRAS, melhor dizendo.

Esse caso é nítido a inexperiência de 30 anos, a empresa pode ter sim uma experiência de 30 anos, mas os funcionários não. E o que leva uma empresa ao sucesso ou a coloca no buraco, são essas pessoas incapazes de entender uma situação e para honrar o nome da empresa em que se veste a camisa achar junto ao cliente a melhor resolução, ou seja o remédio para sanar as dores.

Mas como tudo nessa empresa não funciona, fica ai mais um relato dessa pobre moça que somente queria ter seu sonho, cuidar da reforma de seu apartamento, pagar tudo em dia, corretamente como vinha fazendo.

Custa povo da TRISUL, custa vocês tirarem seus ANTOLHOS e olharem em volta de vocês, procurarem soluções e resolverem?

Acho que preferem que os proprietários enganados entrem na justiça e peçam tudo que tenham direito e ganhem os processos do que colocarem a cabeça ou seja a bundinha pra pensar né?

Estão ganhando pouco? Insatisfeitos? Procurem outro emprego então. Mas não reflitam isso nos proprietários que pagam seus salários, seus bandos de incompetentes.

Cada relato que recebo eu fico abismada, tudo que acontece em um empreendimento acaba acontecendo nos outros, e depois querem dizer que vão surpreender, entregar no prazo e fazer com que tenhamos a melhor experiência de compra de nossas vidas.

Simmmmmmm, realmente TRISUL surpreende você, te vende um sonho e te entrega um pesadelo, e faz com que tenhamos a pior experiência de nossas vidas, nos faz perder os rumos, nos endividar, chorar, e até brigar com nossos companheiros pois o stress é tanto que não temos mais nenhum alicerce.

Eu Wanessa, estou farta, cansada de ver pessoas sofrendo por conta de vocês FUNCIONÁRIOS REPRESENTANTES DA TRISUL.

O que tem haver a Conquist?

Pede R$ 900,00 (NOVECENTOS REAIS) para não fazer nada, pois quem tem que providenciar e mostrar o caminho para o proprietário é a TRISUL, e a Conquist somente é uma empresinha associada a vocês que ajuda a TRISUL a enganar, ludibriar, tirar o sono, fazer pessoas ficarem desesperadas para conseguir o dinheiro, pois vivem ameaçando que o nome deles pode ir para o SPC e SERASA, pedem até para vender carros, e pedir empréstimos para quitar as dividas com eles.

Fora que quando essas pessoas assinaram o contrato de compra e venda, não explicam tudo direito, o mesmo advogado da Trisul é o que fica lá no plantão advogando para as duas partes, isso é... Quando esse ser abominável está presente né?

Outra coisa é que no ato de compra e assinatura eles já pagaram a ATI (assessoria técnica Imobiliária), ou seja, eles já estão assessorados e simplesmente antecipam o pagamento e quando vão fazer a assinatura com a CEF eles cobram de novo.

Façam como eu entre na JUSTIÇA, parem de brigar com esses ACEFALOS, perder seu tempo com eles, com pessoas que não sabem ouvir só sabem escutar .

Qualquer um escuta, mas poucos tem a competência de OUVIR e propor uma solução.

JUSTIÇA neles!!!!

Quem quiser indico a minha ADV. Dra. Helena, ela é expert em Trisul, só deles tem mais de 30 casos de diversos empreendimentos.

Bom é isso ai.

Pessoal do Vista Amaralina, quem quiser se unir com a Diana entrem em contato comigo que eu coloco vocês em contato para brigarem juntos.

Boa Sorte a todos os proprietários TRISUL e aos que pretendem comprar... Corra dessa empresa.